Jordaniano que conhecia terroristas é indiciado

Um estudante jordaniano residente nos EUA foi indiciado sob duas acusações de perjúrio em um tribunal federal dos EUA em Nova York. Osama Awadallah, de 21 anos, é acusado de ter mentido às autoridades ao negar que conhecia dois seqüestradores do avião que foi lançado contra o Pentágono, em Washington, em 11 de setembro. De acordo com a notificação de indiciamento, policiais que fizeram uma busca no carro de Awadallah depois dos ataques encontraram fitas de vídeo intituladas "Mártires da Bósnia", ?Bósnia 1993" e "Alcorão versus Bíblia: Qual é a Palavra de Deus?". Em seu apartamento foram encontradas fotografias de Osama bin Laden, o principal suspeito de ser o mandante dos ataques. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.