Jornal afirma que teste nuclear norte-coreano tem base real

O anúncio feito há dois dias pela Coréia doNorte de que pretende efetuar um teste nuclear se baseia em planos reais, informou nesta quinta-feira o jornal pró norte-coreano publicado no Japão "Chosun Sinbo". "Não é uma bravata (o anúncio), e sim um plano real para ser executado", afirma o site do jornal, atribuindo a informação a fontes da cúpula norte-coreana. "A expressão da vontade de fortalecer a dissuasão nuclear contra os Estados Unidos e a garantia de transparência constituem a únicatática da República Democrática Popular da Coréia", diz o "Chosun Sinbo". Segundo o site, "a declaração de um plano de teste nuclear reflete o firme desejo do líder norte-coreano Kim Jong-il de trazer uma paz permanente à península da Coréia". Na terça-feira, o Ministério de Relações Exteriores norte-coreano anunciou que o país promoveria no futuro "um teste nuclear com todas as garantias de segurança", mas não estabeleceu nenhuma data. Na quarta-feira, o deputado sul-coreano Song Young-Sun, do Grande Partido Nacional, de oposição, disse que a Coréia do Norte tem atualmente oito instalações subterrâneas nas quais poderia promover seus testes nucleares. "Eles não pertencem a bases militares, nem a instalaçõesindustriais. Houve contínuos trabalhos de construção de túneis verticais e horizontais. O propósito das obras ainda precisa serverificado", disse Song, num comunicado à imprensa. Song, membro do Comitê de Defesa do Parlamento sul-coreano, explicou que o teste nuclear da Coréia do Norte certamente seria numa galeria de túneis horizontais, mais fáceis e baratos deConstruir. Entre as oito instalações, ele destaca a de Kilju, na província de Hamkyong, no norte, onde os serviços de inteligência sul-coreanosdetectaram recentemente atividades suspeitas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.