Jornal diz que Grã-Bretanha reduzirá efetivo no Iraque

A Grã-Bretanha vai reduzir o efetivo de suas tropas no Iraque em quase 3.000 soldados no final de maio, informou o jornal Daily Telegraph em sua edição de quinta-feira, citando um cronograma de retirada das forças britânicas ao qual o jornal afirma ter tido acesso. Nas próximas duas semanas, o primeiro-ministro Tony Blair deve anunciar a redução das tropas britânicas, atualmente em 7.200 soldados, estacionados no sul do país. A notícia veio pouco antes de o presidente norte-americano, George W. Bush, anunciar seu novo plano para o Iraque, que deve incluir o envio de mais 21.500 soldados ao país. Uma porta-voz do gabinete de Blair e um do Ministério da Defesa classificaram a reportagem do jornal de especulação. "Nossa retirada do Iraque --sempre dissemos isso-- será baseada em condições", disse o porta-voz do ministério. "Gostaríamos de reduzir os níveis de nossas tropas ao mesmo tempo que o Iraque aumenta sua habilidade de dar segurança ao seu próprio país." O Telegraph, no entanto, disse ter tido acesso a um cronograma de retirada que prevê a redução das forças britânicas para 4.500 soldados até 31 de maio. Na quarta-feira, Blair disse que as operações para preparar a entrega da segurança na província de Basra para as autoridades iraquianas devem estar completas nas próximas semanas. Seus comentários sugerem que a entrega deve acontecer antes do que se pensava.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.