Jornal diz que Obama apoia dúvidas de Israel sobre paz

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje que há esperanças para a paz no Oriente Médio, embora não esteja "cegamente otimista" que isso vá acontecer, informou nesta quinta-feira a versão online do jornal israelense Haaretz. Segundo o jornal, em uma entrevista dada à imprensa israelense, Obama disse que o governo de Israel está certo em manter o ceticismo a respeito do processo de paz com os palestinos. Durante a entrevista, ele disse que várias pessoas achavam que a fundação do Estado de Israel era impossível, e que só passou a existir graças a "uma grande fonte de esperança".

AE-AP, Agência Estado

08 de julho de 2010 | 21h14

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, com quem Obama se encontrou na terça, prometeu a Obama que tomaria passos para estabelecer a confiança dos palestinos nas próximas semanas. Os dois líderes se encontraram por cerca de 90 minutos e discutiram principalmente a questão do processo de paz no Oriente Médio, além de assuntos do setor nuclear.

"Será necessária uma série de medidas em prol da confiança para que as pessoas tenham certeza de que esse não será mais um processo de conversas e sem ações", disse Obama na entrevista. "Acredito que o primeiro-ministro Netanyahu queira a paz. Creio que ele assumirá riscos pela paz. Acreditamos que essas ações levem ao diálogo direto, e acredito que o governo de Israel esteja pronto para isso", disse o norte-americano.

Tudo o que sabemos sobre:
Barack ObamaIsraelpazdúvidasjornal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.