Jornal 'El Universal' diz que reduzirá paginação por falta de papel

Grupo venezuelano afirma haver restrições para a compra do material e tem lote retido em porto desde janeiro

O Estado de S. Paulo,

07 Maio 2014 | 10h23

CARACAS - O jornal venezuelano El Universal anunciou nesta quarta-feira, 7, que vai reduzir sua paginação por falta de papel jornal. Segundo o grupo, as restrições à compra do papel tornaram necessário racionalizar o uso do material.

Em sua página na internet, o jornal diz que um lote de bobinas está retido desde janeiro no porto de La Guaira aguardando para ter o câmbio aprovado e ser nacionalizado. A demora, segundo o grupo venezuelano, ocorre pelo atraso na Autorização de Aquisição de Divisas Estrangeiras por parte do Centro Nacional de Comércio Exterior (Cencoex).

"Por essa razão, El Universal reduz sua edição para dois cadernos com oito páginas, deixando parte das seções habituais apenas na internet e em outras plataformas acessadas por meio do eluniversal.com", informa o grupo em seu site.

 

Mais conteúdo sobre:
crise na Venezuela El Universal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.