Jornal ironiza férias de namorada de príncipe no Rio

Enquanto o príncipe Harry, terceiro na sucessão ao trono britânico, fazia planos para ir para o Iraque com seu regimento, a sua namorada, Chelsy Davy, "foi para o Rio de Janeiro na semana passada e lançou-se no espírito festivo que envolvia a cidade na celebração do mais famoso carnaval do mundo", disse o jornal britânico The Mail On Sunday em sua edição deste domingo. O artigo afirma que a namorada do príncipe estava a uma enorme distância das "dificuldades que Harry, de 22 anos, enfrentará ao liderar seus homens no deserto iraquiano, mas pelo menos ele vai ter novas fotos de Chelsy no Brasil em seu telefone celular para elevar sua moral".Na reportagem de duas páginas, há quatro fotos que mostram a britânica de biquíni saindo do mar e dançando, com um copo de plástico na mão.A reportagem diz que Chelsy, de 21 anos, "passou os seus dias tomando sol e nadando nas famosas praias antes de seguir para os locais mais badalados do Rio, onde se divertiu quase até amanhecer"."Ela ficou em um hotel de 150 libras (cerca de R$ 600) por noite perto de Ipanema, a praia imortalizada no sucesso da bossa nova dos anos 60, onde passou o dia em um biquíni vermelho minúsculo, coberto com uma minissaia que tirou quando mergulhou no mar para aliviar o calor de 34° C", diz o jornal.Visita à Lapa Segundo o Mail On Sunday, Chelsy foi à boate Tá Na Rua, no bairro da Lapa, descrito como "local onde os turistas são alertados para tomar cuidado com batedores de carteira, ladrões e traficantes de drogas".O jornal afirma que "um observador" no clube noturno disse que Chelsy "dançou com suas três amigas, seu irmão e um outro garoto que estava com uma das meninas".A namorada do príncipe Harry visitou o Cristo Redentor no dia seguinte, e posou para fotos de braços abertos imitando a estátua, diz a reportagem, que relata ainda que ela assistiu com seus amigos ao desfile das escolas de samba, na terça-feira, no Sambódromo."A viagem foi paga pelo seu pai milionário, Charles Davy, que fez a maior parte de sua fortuna da caça de animais de grande porte na África", de acordo com o Mail On Sunday.O Ministério da Defesa da Grã-Bretanha confirmou na semana passada que Harry será o primeiro membro de destaque da família real britânica em 25 anos a entrar no serviço militar ativo quando for enviado ao Iraque nos próximos meses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.