Jornal norte-coreano acusa EUA de tentar "sufocar" o país

Em meio às preocupações em torno do seu programa de armas nucleares, a Coréia do Norte ameaçou adotar uma posição firme contra os Estados Unidos, a não ser que Washington retire seu plano de "sufocar" o país comunista. Em seu editorial de hoje, o jornal estatal Rodong Sinmun afirmou que os EUA deveriam "optar pela reconciliação e paz, e não por uma política armamentista". Washington disse que a Coréia do Norte precisa desmantelar imediatamente seu programa de armas nucleares, que viola acordos internacionais e ameaça prejudicar os esforços de reconciliação na dividida península coreana. "Os EUA estão agora pedindo por uma ?redução de armas? da Coréia do Norte, fazendo alarme sobre a sua ?ameaça?. Mas essa rixa não é racional e não levará os EUA a nenhum lugar", afirmou o editorial, que foi publicado em inglês pela KCNA, a agência de notícias norte-coreana.A declaração, que não fez nenhuma referência ao programa nuclear da Coréia do Norte em particular, foi divulgada quando negociadores das duas Coréias tentavam concluir conversações em Pyongyang. Notícias da Coréia do Sul dão conta de que as duas partes estão tendo dificuldades em concordar com uma declaração conjunta. O tema nuclear prejudicou as conversações, que haviam sido fixadas antes de os EUA terem anunciado, na semana passada, que a Coréia do Norte admitiu ter um programa nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.