Jornal oferece recompensa por assassino de prostitutas

O jornal britânico News of the World ofereceu nesta quarta-feira uma recompensa de 250 mil libras (cerca de 375 mil euros) a quem apresentar pistas que ajudem na captura do autor do assassinato em série de prostitutas na cidade de Ipswich, no sudeste da Inglaterra.Em seu site, o tablóide afirmou que essa recompensa será entregue em troca de informações "que dêem como resultado diretamente a detenção e a condenação da pessoa, ou pessoas", com responsabilidade nos crimes."Aparentemente, é a maior recompensa já oferecida", disse Stewart Gull, detetive da polícia do condado de Suffolk, que comanda as investigações e que comemorou a iniciativa.Um porta-voz do jornal, versão dominical do sensacionalista The Sun e de propriedade do poderoso magnata Rupert Murdoch, disse acreditar que "esta histórica recompensa" contribuirá para resolver a série de "brutais assassinatos que comoveram o país".A polícia do condado de Suffolk, que investiga o assassinato de três prostitutas, encontrou na terça-feira os corpos de duas mulheres, que poderiam ser a duas prostitutas que estavam desaparecidas. Gull disse que os corpos ainda estão na cena do crime, que foi isolada, e permanecerão nesse lugar, devidamente protegidos, durante algum tempo. Os corpos "foram encontrados a cerca de 150 metros de distância um do outro, perto de Levington", nos arredores de Ipswich, disse Gull.O detetive afirmou que a polícia recebeu mais de 2.000 telefonemas de cidadãos em relação ao caso, e destacou a importância de que as pessoas continuem oferecendo qualquer informação que tiverem. "Em cada um dos três assassinatos, temos lacunas importantes entre quando as mulheres foram vistas pela última vez e a descoberta dos corpos", disse."Precisamos descobrir onde essas mulheres estiveram entre esses momentos", afirmou Gull, considerando pouco provável que a polícia confirme nesta quarta-feira as identidades dos dois corpos encontrados na terça-feira.Os agentes tinham recebido durante a noite passada três novas denúncias sobre desaparecimentos de prostitutas, mas Gull disse que todas elas estão bem.Os dois corpos encontrados na terça-feira poderiam ser de Paula Clennell, de 24 anos, e Annette Nicholls, de 29 anos, desaparecidas desde a semana passada. Até o momento, a polícia de Suffolk confirmou o assassinato de três prostitutas, Gemma Adams, de 25 anos, Tania Nicol, de 19 anos, e Anneli Alderton, de 24 anos, cujos corpos foram encontrados nos arredores de Ipswich nos últimos dez dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.