Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Jornal publica foto de Fidel e García Márquez em jardim

O presidente de Cuba, Fidel Castro, foi fotografado em um jardim, ao lado do escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez, Prêmio Nobel de Literatura. A imagem publicada nesta terça-feira, 20, pelo jornal de Bogotá El Tiempo, retrata o encontro dos dois amigos que ocorreu no dia 12 de março.Esta é a primeira vez que é divulgada uma foto na qual Fidel Castro não aparece no usual quarto das imagens prévias.Como em ocasiões anteriores, o líder cubano veste um uniforme Adidas da equipe olímpica de Cuba e, estendendo o braço esquerdo, volta-se para o escritor, seu grande amigo, que o escuta atentamente, de braços cruzados e sorrindo. Ao fundo, vê-se um jardim com um banco e altas árvores, atrás das quais se entrevê um grande muro.Ao final do encontro, Garcia Márquez garantiu que Fidel "está muito bem, melhor do que muita gente pensa".Desde quando se afastou do poder, em 31 de julho de 2006, o estado de saúde do líder cubano é considerado segredo de estado por Cuba em meio a especulações sobre sua real condição.RecuperaçãoFidel Castro já está participando das principais decisões políticas e econômicas do país e pode assumir "logo" um papel mais ativo, disse na terça-feira a ministra das Indústrias Básicas de Cuba, Yadira García. "Nosso comandante está se recuperando, está avançando em seu processo de recuperação. Eu diria que já está na direção, pelo ponto de vista de que já participa das principais decisões políticas e econômicas do país", disse a ministra a jornalistas durante uma conferência sobre petróleo em Havana. "A expectativa que temos é que logo o tenhamos conosco de uma maneira mais ativa", acrescentou. Os sinais da recuperação do líder vêm crescendo nas últimas semanas. No dia 27 de fevereiro, ele falou durante 32 minutos ao vivo no programa de rádio de Chávez. Segundo a imprensa oficial cubana, no dia 12 de março voltou a conversar com o aliado venezuelano, que telefonou para ele desde o Haiti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.