Jornalista britânico com visto de turista é expulso de Mianmar

Andrew Harding, correspondente da BBC, cobria a tragédia do ciclone Nargis, que matou 22.500 pessoas

Efe,

07 de maio de 2008 | 03h35

Um jornalista britânico da BBC foi expulso de Mianmar (antiga Birmânia) por ter entrado no país com um visto de turista para cobrir a tragédia do ciclone tropical Nargis, que deixou quase 22.500 mortos e 40.000 desaparecidos.  Ajuda internacional é distribuída com dificuldade em Mianmar Ong diz que mais de 50 mil podem ter morrido em Mianmar Andrew Harding, correspondente em Bangcoc, foi deportado pouco depois de chegar na segunda-feira passada a Rangun, informou nesta quarta-feira, 7, o diário oficial "New Light of Myanmar" (Nova Luz de Mianmar), que a Junta Militar usa para divulgar suas mensagens. A BBC não confirmou sua expulsão e continua emitindo suas crônicas desde Mianmar, sem revelar sua identidade "por razões de segurança". "Repórteres de agências de notícias de países ocidentais entram em nosso país de forma habitual para fabricar notícias com a ajuda de grupos antigovernamentais", disse o "New Light of Myanmar", principal órgão de propaganda do regime birmanês. Harding cobriu no passado guerras e conflitos no Iraque, Afeganistão, Chechênia, Timor-Leste e vários países africanos.

Tudo o que sabemos sobre:
MianmarBBCexpulsãojornalistaimprensa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.