Jornalista da BBC é assassinado na Somália

Suspeitos de serem insurgentesislamitas mataram um jornalista que trabalhava para a BBC nosul da Somália, no sábado, disseram testemunhas. Uma testemunha da Reuters disse que homens armadosenfrentaram Nasteh Dahir fora de sua casa no porto de Kismayuantes de atirarem em seu peito e estômago. Ele morreu poucodepois em um hospital. A BBC no Quênia confirmou sua identidade. Chorando sobre o corpo, a esposa de Dahir, Idil Abdi Ahmeddisse que ela não tinha idéia do motivo do crime. "Ele não tinha problemas em discussões com ninguém dacidade. Não sabemos por que ele foi morto, ele era inocente",disse a esposa à Reuters. Imersa em um conflito desde a queda de um ditador em 1991,a Somália é um dos países mais perigosos do mundo parajornalistas. Repórteres locais são alvos frequentes dos rebeldesislamitas que promovem uma insurgência similar à realizada noIraque contra o governo provisório e seus aliados. (Reportagem de Sahra Ahmed)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.