Jornalista deve ser escolhido como companheiro de chapa de Uribe

O jornalista colombiano Franciso Santos Calderón, radicado na Espanha por ameaças contra sua vida, deverá ser o companheiro de chapa do candidato presidencial Alvaro Uribe, favorito nas pequisas, informou hoje uma fonte da assesssoria de imprensa de sua campanha. Os candidatos às eleições presidenciais de 26 de maio têm prazo até o final deste mês para definir seu companheiro de chapa, segundo exige a lei eleitoral. Santos Calderón, que pertence à família proprietária do jornal El Tiempo de Bogotá, viajou para o exterior há mais de três anos após receber ameaças de morte.Até a manhã de hoje, o jornalista, que chegou na segunda-feira a Bogotá, não fez nenhum pronunciamento sobre sua candidatura à vice-presidência. Santos Calderón é o criador da Fundação País Livre, que trabalha com as famílias de seqüestrados na Colômbia. A Fundação surgiu há mais de 10 anos, logo após ele recuperar a liberdade depois de passar mais de um ano em cativeiro como refém do cartel de cocaína de Medellín. Conhecido no mundo jornalístico como "Pachito", Santos Calderón, de 35 anos, foi chefe de redação do El Tiempo e atualmente trabalha na imprensa da Espanha, mas conserva sua coluna semanal no jornal colombiano. O tio-avô de "Pachito", Eduardo Santos, foi presidente da Colômbia, pelo Partido Liberal, há mais de 55 anos. O atual ministro da Fazenda, Juan Manuel Santos Calderón, é primo do possível candidato à vice-presidência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.