Jornalista dos EUA foi morto no Paquistão

Redes de tevês dos Estados Unidos divulgaram que o corpo do repórter Daniel Pearl, do Wall Street Journal, foi encontrado no Paquistão. O destino de Pearl, desaparecido desde o dia 23, ainda era incerto depois que um e-mail enviado aos meios de comunicação indicara que ele havia sido executado - após o vencimento do prazo dado pelos seqüestradores para que suas exigências fossem atendidas - e de um telefonema pedindo o pagamento de US$ 2 milhões e a libertação do ex-embaixador taleban no Paquistão Abdul Salaam Zaeef.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.