Jornalista dos EUA libertado no Iêmen é identificado

Repórter freelance está ferido e foi enviado para Omã

O Estado de S. Paulo

01 de junho de 2015 | 21h25

WASHINGTON - O jornalista freelance que estava entre os vários americanos capturados no Iêmen por rebeldes xiitas do grupo Houthi e foi libertado nesta segunda-feira foi identificado como Casey Coombs, disse uma porta-voz do Departamento do Estado. Ela acrescentou que o jornalista está ferido foi enviado para Omã.

Os rebeldes houthis capturaram a capital iemenita, Sanaa, no ano passado e têm sido alvo de campanha aérea liderada pela Arábia Saudita desde 26 de março. O vizinho Omã mediou o acordo para libertar Coombs, um repórter que estava trabalhando para o site de notícias The Intercept, entre outras publicações.

Os houthis controlam a capital e boa parte do norte do Iêmen, mas há no país também uma poderosa filial da Al-Qaeda, que cometeu atentados em Sanaa e capturou estrangeiros no passado em troca de resgates ou da libertação de militantes detidos. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
IêmenrebeldesEUAjornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.