Jornalista é assassinado na Colômbia

Quatro homens armados e encapuzados assassinaram o jornalista Heriberto Cárdenas em sua casa na cidade litorânea de Buenaventura, no sudoeste do país, informaram hoje autoridades locais. Os criminosos dispararam contra Cárdenas, um de seus irmãos e seu sobrinho, que ontem à noite assistiam a um jogo da seleção colombiana de futebol válido pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2002, disse à Associated Press o comandante de polícia de Buenaventura, coronel Luis Alberto Ramírez. O jornalista de 52 anos era correspondente dos jornais El Tiempo e El Espectador e trabalhou em diversas estações de rádio de Buenaventura, a 350 quilômetros de Bogotá. Em 9 de novembro último, quatro repórteres do departamento sulista de Nariño, na fronteira com o Equador, tiveram de abandonar a região após serem ameaçados de morte por paramilitares. No primeiro semestre deste ano, nove jornalistas foram assassinados na Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.