Jornalista é condenado após criticar Judiciário

Um tribunal do Marrocos condenou ontem o jornalista Rachid Nini, editor-chefe do diário mais lido do país, o Al-Massae, a um ano de cadeia por "menosprezo à Justiça". Ele havia sido preso em 28 de abril, depois de publicar nove artigos em que criticou as forças de segurança e o Judiciário do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.