Jornalista é morto em atentado em região curda

Um atentado com carro-bomba matou hoje um jornalista australiano e feriu outras pessoas numa região curda no norte iraquiano. Curdos acusaram um grupo vinculado à rede terrorista Al Qaeda pelo atentado.Em Londres, a cadeia britânica ITN informou que dois jornalistas e um tradutor, que viajavam para Basra, no sul do Iraque, estão desaparecidos depois de um tiroteio.Segundo rede de TV, estão desaparecidos o repórter Terry Lloyd, o câmera Fred Nerac e o iraquiano Husein Othman, que está servindo de intérprete. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.