Jornalista é preso por fazer pesquisa de opinião no Irã

O jornalista e líder reformista iraniano Abbas Abdi foi detido hoje na capital do país, Teerã, por realizar uma sondagem de opinião segundo a qual 75% da população da cidade é a favor da retomada de relações normais com os EUA.A prisão de Abdi coincide com os 23 anos da invasão da Embaixada americana em Teerã por um comando iraniano. Abdi, que é dirigente da Frente Islâmica pela Participação (Mosharekat) e diretor do instituto de pesquisas Ayandeh, foi preso logo após difundir a pesquisa a respeito do diálogo com Washington.O juiz que ordenou a prisão falou no domingo no Parlamento e acusou o instituto de pesquisas de fazer espionagem, por ter realizado trabalhos para representações diplomáticas estrangeiras, o Unicef e o instituto americano Gallup.O presidente do Irã, Mohammad Khatami, lembrou o aniversário do ataque à Embaixada dizendo que ?nosso povo, por meio de sua juventude, mostrou então sua ira contra as políticas de interferência dos Estado Unidos?. Kathami não disse nada sobre a prisão de Abdi, embora o jornalista seja considerado um colaborador próximo do mandatário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.