Jornalista espanhola ganha na loteria e pede demissão ao vivo, mas prêmio não compensava

Repórter comemorou ao ver que havia sido premiada e disse que não iria trabalhar no dia seguinte, mas valor que recebeu era apenas de 5 mil euros no total

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2019 | 21h15

Uma repórter de TV espanhola comemora e pede demissão de seu emprego ao vivo ao perceber que seu bilhete de loteria havia sido premiado. Momentos depois, ela teria que pedir desculpas pela decisão.

No domingo 22, a jornalista Natalia Escudero estava cobrindo a loteria de Natal tradicional da Espanha, conhecida como El Gordo, quando percebeu que estava entre os vencedores. O número vencedor do ano foi 26590 e Natalia era uma das premiadas.

A loteria estatal espanhola é a de mais alto valor do mundo, com 2,24 bilhões de euros em prêmios, segundo o jornal britânico The Guardian. Aproximadamente 15 mil pessoas podem ter bilhetes premiados que pagam montantes diferentes, de acordo com o site de viagens Barcelona Yellow. 

Natalia tinha o número correto de um prêmio no valor de 400 mil euros para cada bilhete. Mas o prêmio em dinheiro pode ser dividido de várias maneiras e a repórter espanhola descobriria essa complexidade. 

"Eu não venho amanhã", afirmava Natalia balançando o dedo em frente à câmera. "A Natalia não vem trabalhar amanhã. Viva!"

Após muita comemoração, inclusive enquanto entrevistava outros ganhadores para a sua reportagem, Natalia descobriria que sua parte do prêmio era de apenas 5 mil euros, informou a BBC. Um bilhete de loteria na Espanha custa 200 euros, segundo o jornal britânico The Sun. Para facilitar a participação, as pessoas podem comprar um décimo de um bilhete completo, por 20 euros. Foi o que Natalia fez e, portanto, seu número valia apenas 10% do prêmio total. 

Não ficou claro se Natalia continua sendo funcionária da RTVE. / Washington Post

Tudo o que sabemos sobre:
Espanha [Europa]loteria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.