Jornalista francesa é agredida em praça no Cairo

A rede de Televisão francesa France 24 disse que sua correspondente no Cairo, Sonia Dridi, foi "selvagemente atacada" próximo à praça Tahrir, após ter acabado de fazer uma reportagem ao Vivo. O canal de televisão informou também que a jornalista foi socorrida por colegas e testemunhas.

AE, Agência Estado

20 de outubro de 2012 | 13h44

A France 24 disse que seus funcionários estão bem e em segurança, mas "em estado de choque" e que vai mover um processo contra agressores inespecíficos. A embaixada francesa e o canal e TV estão trabalhando para levar a correspondente de volta para casa.

A praça Tahrir foi o epicentro de manifestações populares contra o governo de Hosni Mubarak e continua sendo um dos principais locais de manifestação de críticos ao governo do atual presidente Mohammed Morsi. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançajornalistaTahrir

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.