Jornalista grego é assassinado a tiros em Atenas

Não se sabe ainda o motivo do crime; autoridades não descartam envolvimento de grupos terroristas

AE-AP, Agência Estado

19 de julho de 2010 | 09h03

ATENAS - O jornalista grego Sokratis Giolias foi morto a tiros na manhã desta segunda-feira, 19, do lado de fora de sua casa em Atenas. O jornalista morreu após ser atingido por mais de 15 disparos no bairro de Ilioupoli, leste da capital grega, informou a polícia. Giolias dirigia a rádio Thema FM e tinha um blog de notícias bastante popular, onde geralmente escrevia sobre escândalos.

Um post colocado após o ataque no blog diz que dois ou três homens dispararam contra Giolias, que era casado e tinha um filho pequeno. A polícia também revelou acreditar que mais de uma pessoa esteja envolvida no crime. Autoridades afirmaram que a razão para o assassinato continua um mistério, mas não acreditam que esteja relacionado aos pequenos grupos terroristas em atividade na Grécia.

Um carro roubado foi encontrado queimado perto do local do assassinato, informou a polícia, que investiga se o veículo tem alguma ligação com o caso. Grupos de jornalistas e partidos políticos condenaram o ocorrido. "Eu expresso meu pesar e tristeza sobre este ataque abominável e assassino que resultou na morte do jornalista Sokratis Giolias", disse o presidente do Parlamento grego Philippos Petsalnikos.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciacrimeassassinatojornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.