08.09.2015
08.09.2015

Jornalista húngara que chutou refugiados publica novo pedido de desculpas

Petra Laszlo disse que teve dificuldade para expressar seus sentimentos exatos porque sua vida estava agora 'desmoronando em ruínas'

Estadão Conteúdo

12 Setembro 2015 | 13h19

A jornalista húngara que foi filmada chutando imigrantes divulgou um novo pedido de desculpas após sua declaração inicial ter sido criticada por não se mostrar arrependida o suficiente. Petra Laszlo disse neste sábado, em uma mensagem no site do jornal Magyar Nemzet, que teve dificuldade para expressar seus sentimentos exatos porque sua vida estava agora "desmoronando em ruínas".

Usando apenas letras maiúsculas, Laszlo, de 40 anos, disse: "peço sinceras desculpas pelo que aconteceu com as pessoas afetadas". A mídia húngara diz que ela e sua família já se esconderam.

Horas depois de suas ações, Laszlo foi demitida na terça-feira pela N1TV, um canal com base na Internet intimamente associado com o partido de extrema-direita Jobbik, da Hungria.

O site do canal está fora do ar desde quinta-feira depois de ser desativado pela equipe "Fallaga", um grupo de hackers islâmicos da Tunísia. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
hungriajornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.