Jornalista inglês é preso ao cobrir protesto em Pequim

Policiais chineses prenderam hoje o jornalista inglês John Ray, da Independent Television News, quando ele cobria o protesto de oito pessoas pela independência do Tibete, realizado nas proximidades do Ninho de Pássaros, o principal estádio da Olimpíada de Pequim. Mas o jornalista foi solto logo depois, segundo a Embaixada Britânica na China.John Ray foi agarrado por policiais quando cobria um protesto organizado pela entidade Students for a Free Tibet. Atirado no chão e arrastado até uma van, o jornalista teve seu equipamento confiscado e foi filmado pela polícia. Os sete norte-americanos e um japonês que participavam da manifestação também foram presos e devem ser deportados.Na semana passada, a Students for a Free Tibet já havia organizado uma manifestação nas imediações do Ninho de Pássaros. E no domingo, o local escolhido foi a emblemática praça Tiananmen, no coração de Pequim. Todos os participantes dessas manifestações eram estrangeiros e foram deportados pelo governo chinês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.