Jornalista português é encontrado morto e castrado

Um famoso jornalista da TV portuguesa foi encontrado castrado e espancado até a morte em um hotel em Nova York, nos EUA. Seu acompanhante, um modelo que recentemente participou de um reality show em Portugal, está sob custódia da polícia.

AE, Agência Estado

08 de janeiro de 2011 | 19h43

Funcionários do hotel InterContinental na Times Square descobriram o corpo mutilado de Carlos Castro, de 65 anos, em seu quarto por volta das 19h (horário local) da sexta-feira.

Castro chegou aos EUA no final do dezembro junto com seu jovem namorado, o modelo Renato Seabra, para assistir a espetáculos da Broadway e passar o Ano-Novo na Times Square, segundo um amigo da família.

Houve desentendimentos entre os dois no final da viagem, mas nada que sugerisse que algo horrível estava prestes a acontecer, disse o amigo, Luis Pires, editor do jornal em português "Luso-Americano" em Newark, New Jersey. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
jornalistaportuguêsmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.