Jornalista que atacou Bush pedirá asilo

O jornalista iraquiano que jogou um par de sapatos contra o presidente americano, George W. Bush, no dia 14 de dezembro, durante uma entrevista coletiva em Bagdá, pedirá asilo político na Suíça. Muntadhar al-Zeidi está correndo "risco de vida" numa prisão iraquiana, disse ontem, em Genebra, seu advogado, Mauro Poggia.A família do jornalista entrou em contato com Poggia poucas semanas atrás pedindo ajuda para obter o asilo político. Segundo ele, Zeidi foi torturado na prisão, onde teve braço e costelas fraturados, além de uma hemorragia interna.Para Poggia, é a vida do jornalista que corre perigo agora. "Sua vida pode se tornar um inferno", disse ele. "Já em Genebra, ele pode tranquilamente trabalhar como correspondente na ONU", disse.No mundo árabe, mostrar a sola do sapato é visto como um ato de desrespeito. "Isso é um beijo de despedida, seu cachorro", gritou o jornalista, quando atacou o presidente americano. Sua defesa tenta abrandar a acusação de "ataque" para "insulto".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.