Jornalista que atirou sapatos em Bush será julgado

O jornalista iraquiano que atirou sapatos no ex-presidente norte-americano George W. Bush, quando este ainda era presidente dos EUA, irá a julgamento na próxima semana acusado de atacar um líder estrangeiro, segundo uma autoridade jurídica. Muntadhar al-Zeidi, 30 anos, que é considerado herói por muitos iraquianos por seu protesto, está sendo mantido em custódia desde 14 de dezembro, quando atirou seus sapatos em Bush durante coletiva de imprensa com o primeiro ministro Nouri al-Maliki. A defesa de al-Zeidi conseguiu adiar o julgamento de dezembro para fevereiro mas, até o momento, não conseguiu reduzir a acusação de atacar um líder estrangeiro para um simples insulto. Dependendo do resultado do júri, a sentença máxima para a acusação de atacar Bush pode chegar a 15 anos de prisão.

AE-AP, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2009 | 13h34

Tudo o que sabemos sobre:
bushsapatojornalista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.