Jornalista que atirou sapatos em Bush será solto amanhã

O jornalista Muntadhar al-Zeidi, que ganhou fama mundial ao atirar seus sapatos no então presidente americano George W. Bush no fim do ano passado, será libertado amanhã, informaram hoje seus familiares.

AE, Agencia Estado

13 de setembro de 2009 | 17h49

A família de Al-Zeidi revelou estar preparando uma recepção festiva para celebrar a libertação. Segundo os familiares, Al-Zeidi pretende aproveitar sua fama para promover causas como os direitos dos órfãos e das mulheres.

Al-Zeidi, de 30 anos de idade, foi preso em dezembro do ano passado, logo depois de atirar seus sapatos em Bush durante uma entrevista coletiva em Bagdá para manifestar seu descontentamento com a situação no Iraque.

"Este é seu beijo de despedida, seu cachorro! Isto é pelas viúvas, pelos órfãos e por todos aqueles que morreram no Iraque", gritou o jornalista enquanto arrancava seus sapatos e os atirava no líder americano. O presidente americano conseguiu se esquivar dos dois sapatos, mas o episódio não apenas rendeu notoriedade a Al-Zeidi, como fez dele uma espécie de herói entre os detratores da invasão do Iraque. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bushsapatos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.