Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Jornalista que jogou sapato em Bush quer asilo na Suíça

Um advogado suíço que trabalha para o jornalista iraquiano que jogou seus sapatos no presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que seu cliente buscará asilo político na Suíça. Mauro Poggia afirmou que a vida de Muntadhar al-Zeidi corre perigo no Iraque. Ele está em uma prisão e responde judicialmente por insultar um líder estrangeiro. Poggia disse que foi contatado pela família de Al-Zeidi no início deste mês. O advogado contou que o jornalista foi agredido e torturado na prisão iraquiana. Poggia afirmou que o repórter deve ir à embaixada suíça em Bagdá assim que for libertado e então pedirá formalmente asilo. Al-Zeidi tentou atacar Bush durante uma entrevista coletiva em 14 de dezembro, em Bagdá. Bush desviou dos sapatos.

AE, Agencia Estado

19 de janeiro de 2009 | 09h39

Tudo o que sabemos sobre:
IraquesapatoBushSuíçaasilo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.