REUTERS/Valentyn Ogirenko
REUTERS/Valentyn Ogirenko

Jornalista russo crítico de Putin é morto na Ucrânia

Arkady Babchenko deixou seu país no ano passado, com medo de ser preso; autoridades afirmam que ele foi encontrado baleado em sua casa, em Kiev, e morreu a caminho do hospital

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2018 | 16h56

KIEV - A polícia de Kiev, capital da Ucrânia, disse que o jornalista russo Arkady Babchenko foi encontrado baleado em seu apartamento nesta terça-feira, 29. De acordo com as autoridades, a mulher de Babchenko o encontrou sangrando e chamou uma ambulância. Ele morreu a caminho do hospital.

+ Opositor de Putin, diretor preso na Rússia é impedido de participar do Festival de Cannes

Ele tinha 41 anos e chegou a servir no Exército russo durante a primeira guerra separatista na Chechênia, durante a década de 1990. Depois, se tornou jornalista e trabalhou como correspondente militar para vários meios de comunicação russos.

+ Polícia russa prende líder de oposição e mais de mil ativistas em protesto contra Putin

Babchenko foi um crítico severo do Kremlin nos últimos anos. Ele deixou a Rússia em fevereiro de 2017, afirmando que havia recebido ameaças e estava preocupado com a possibilidade de ser preso. Depois disso, se mudou para Kiev, onde trabalhava como apresentador para a emissora de TV tártara ATR. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.