Jornalista se aproxima com armas de Angela Merkel e Chirac

Uma jornalista da rede de televisão VTM conseguiu se aproximar durante o último Conselho Europeu em Bruxelas da chanceler alemã, Angela Merkel, e do presidente francês, Jacques Chirac, com um arma carregada e uma bomba de explosivo plástico, informou hoje o jornal Het Laatste Nieuws. A repórter entrou sem problemas no hotel dos dois líderes europeus com uma pistola Beretta vazia e depois recebeu balas de uma companheira que as levou ao quarto que havia reservado no mesmo hotel. No dia seguinte, introduziu uma bomba de explosivo plástico no edifício e conseguiu em diversas ocasiões se aproximar de Angela e Chirac sem que ninguém lhe perguntasse nada nem a impedisse. "Eu poderia ter matado-os facilmente. A segurança tinha mais buracos que uma peneira", disse Katleen Peeraer, a jornalista da rede de televisão VTM, em declarações publicadas hoje pelo Het Laatste Nieuws. Os chefes de Estado e do governo da União Européia se reuniram na quinta e sexta-feira na capital belga para realizar sua tradicional cúpula de primavera.

Agencia Estado,

27 Março 2006 | 09h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.