Jornalista venezuelano denuncia perseguição chavista

Editor do jornal "El Nacional", um dos dos maiores veículos de oposição da Venezuela, Miguel Henrique Otero denunciou nesta segunda-feira uma perseguição chavista após o Ministério Público ter pedido o congelamento de suas contas e propriedades. Otero afirmou que a promotoria quer "amedrontar" e silenciar o seu jornal.

29 de julho de 2013 | 21h34

Segundo Luisa Díaz, procuradora-geral, o bloqueio faz parte de uma investigação sobre enriquecimento ilícito contra Alfredo Pena, ex-prefeito de Caracas. Pena argumenta que o jornalista lhe deve US$ 3,5 milhões. O editor disse que ficou sabendo da ação por uma postagem da procuradora no Twitter e que, como não foi notificado, só comentará o processo após ter acesso a ele. "Este é outro ultraje para limitar a liberdade de expressão", acusou o jornalista. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.