Jornalistas da Reuters detidos na Síria são libertados

Dois jornalistas da agência de notícias internacional Reuters que haviam sido detidos por autoridades da Síria foram libertados, informou a agência hoje. Segundo a Reuters, o produtor de televisão Ayat Basma e o câmera Ezzat Baltaji, ambos libaneses, já voltaram para o Líbano. A agência informou que eles haviam sido detidos no sábado.

AE, Agência Estado

28 de março de 2011 | 14h09

O editor-chefe da Reuters, Stephen Adler, disse hoje que ele e seus colegas estavam muito felizes com a libertação. A agência afirmou que um correspondente sediado em Damasco perdeu sua credencial, após funcionários sírios terem acusado o repórter de mentir em suas matérias. O país tem sido assolado por vários assassinatos e distúrbios políticos. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.