Jornalistas estrangeiros podem ser soltos em breve, diz guerrilha

A guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) anunciou hoje que entregará "em qualquer momento" os dois jornalistas estrangeiros sequestrados há uma semana, se as operações militares do departamento de Arauca o permitirem. "Ruth Morris e Scott Dalton, do jornal Los Angeles Times ... serão libertados em qualquer momento dependendo das questões de segurança do departamento de Arauca", disse o ELN em comunicado lido em uma emissora clandestina conhecida como Voz da Liberdade."Enquanto não houver questões de segurança não vamos arriscara vida desses jornalistas para que depois nos acusem de terviolado o direito internacional humanitário", acrescentou amensagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.