Efe
Efe

Jornalistas feridos na Síria chegam à França

Ambos foram recebidos pelo presidente Nicolas Sarkozy em um aeroporto na periferia de Paris

Efe,

02 de março de 2012 | 14h16

Texto atualizado às 15h05.

 

PARIS - Os jornalistas franceses Edith Bouvier e William Daniels, que ficaram feridos em Homs, na Síria, desembarcaram há pouco em Paris. Bouvier é jornalista do jornal "Le Figaro" e Daniels, fotógrafo, a acompanhava como enviado especial.

 

Veja também:
especialMAPA: 
A revolta que abalou o Oriente Médio
mais imagens OLHAR SOBRE O MUNDO: Imagens da revolução
tabela ESPECIAL: Um ano de Primavera Árabe

 

Os jornalistas, que saíram da Síria cruzando a fronteira com o Líbano, chegaram em uma base militar na periferia de Paris com um avião hospitalar. Ambos foram recebidos pelo presidente Nicolas Sarkozy no aeroporto de Villacoublay.

 

 A repórter ficou ferida em uma perna após um bombardeio, no dia 22 de fevereiro, ocorrido em um edifício que funcionava como centro para a imprensa no bairro de Baba Amro, na cidade de Homs. No mesmo ataque, foi morto o fotógrafo independente francês Remi Ochlik e a repórter norte-americana Marie Colvin, que trabalhava para o jornal semanal britânico "The Sunday Times". Durante o ataque, também ficou ferido o jornalista britânico Paul Conroy.

 

Sarkozy ressaltou a valentia de Bouvier e o "ânimo quase cavalheiresco de Daniels, que não a abandonou, mesmo estando ileso e tendo tido outras oportunidades para deixar o país". O presidente francês também disse que o governo está fazendo o possível para recuperar o corpo de Ochlik. "As autoridades sírias terão de prestar contas de seus crimes ante a jurisdição penal internacional. Seus crimes não ficarão impunes", disse o presidente, que também agradeceu a ajuda das autoridades libanesas e das forças de oposição sírias para resgatar os jornalistas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Primavera árabeSíriaAssad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.