Jornalistas franceses são libertados no Iraque, diz TV

Dois jornalistas franceses que estavam há quatro meses em poder de radicais no Iraque foram soltos, informa a TV árabe Al-Jazira. A estação diz ter recebido uma declaração dos seqüestradores, o Exército Islâmico no Iraque, alegando que os dois homens foram entregues à embaixada francesa nesta tarde. Um porta-voz da embaixada inicialmente negou a notícia, mas depois recusou-se a comentar. Mais tarde, em Paris, autoridades francesas confirmaram a libertação.Segunda-feira marcou o quatro mês de cativeiro de Christian Chesnot e Georges Malbrunot. Os dois haviam desaparecido em 20 de agosto, juntamente com um motorista sírio, na cidade de Najaf. O motorista, Mohammed al-Joundi, foi solto em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.