Jornalistas italianos entram em greve na próxima sexta

Jornalistas italianos da mídia impressa prometem iniciar uma greve de 48 horas na manhã da próxima sexta-feira, em busca de mudanças no contrato e no salário. A paralisação deve afetar a circulação dos jornais no país durante o fim de semana. Outras duas greves estão previstas para os dias 5 e 6 de outubro. Jornalistas de rádio e televisão também devem parar duas vezes somente em outubro. Até o final do ano, serão 12 dias de paralisação. Os donos de jornais dizem não ter dinheiro para pagar os aumentos reivindicados pelos jornalistas.Os profissionais também estão insatisfeitos com o uso de contratos de trabalho de curto prazo para empregar jornalistas, prática que está se tornando comum no país.Os protestos ocorrem no momento em que o governo do premier Romano Prodi briga pela aprovação da proposta de orçamento anual. A lei orçamentária inclui mudanças nas alíquotas dos imposto de renda e de folha de pagamento, além de prever verba para a modernização dos serviços públicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.