Jornalistas italianos são libertados na Líbia

Quatro jornalistas italianos que haviam sido sequestrados por homens armados na Líbia foram libertados nesta quinta-feira durante uma operação na moradia onde eles estavam cativos, disse um funcionário. Detalhes da operação foram divulgados pelo site do jornal Corriere della Sera.

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 08h25

O quarteto havia sido sequestrado na quarta-feira por simpatizantes do regime, enquanto viajava em um automóvel rumo a Trípoli. O motorista do veículo foi assassinado.

O jornal afirmou que os quatro foram libertados nesta quinta-feira, porém não informou quem realizou a operação. Dois dos sequestrados eram correspondentes do Corriere della Sera, de Milão, um deles era do La Stampa, de Turim, e o outro do Avvenire, diário da conferência episcopal italiana.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.