Jornalistas são presos por não noticiar discurso 'importante' do presidente

O governo do Sudão do Sul determinou ontem a prisão de dois jornalistas de emissoras estatais, sob a acusação de que eles não noticiaram um discurso "importante" do presidente Salva Kirr (foto). As detenções foram confirmadas pelo ministro da Informação, Derrick Alfred Uya. O pronunciamento do presidente ocorreu no dia 22 em uma visita a Wau - Estado no oeste do país que vem sendo palco de intensos confrontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.