Jovem baleada lançará livro sobre sua história

A jovem Malala Yousafzai, atacada por militantes do Taleban por defender a educação feminina, contará sua história, e a de 61 milhões de crianças que não podem estudar, em um livro, anunciou ontem sua editora britânica. O livro, I am Malala (Eu sou Malala), chegará às livrarias em setembro na Grã-Bretanha, nos EUA e em outros países. Malala foi baleada na cabeça em outubro no noroeste do Paquistão. Foi transferida para a Grã-Bretanha, onde foi submetida a duas cirurgias de reconstituição craniana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.