Jovem confessa que matou pais da namorada e escapa da pena de morte

O norte-americano David Ludwig, de 19 anos, escapou de ser condenado à pena de morte ao confessar que assassinou os pais de sua namorada Kara Borden, de 14 anos, depois que Michael e Cathryn Borden exigiram o fim do namoro.Fontes judiciais do Estado da Pensilvânia explicaram que por ter confessado o crime, David foi condenado à prisão perpétua. O duplo assassinado ocorreu em novembro do ano passado.David e Kara tentaram manter sua relação em segredo. Mas uma investigação concluiu que Michael e Cathryn Borden exigiram o fim do namoro, ao descobrir que o rapaz tinha passado a noite com sua filha.Ludwig utilizou a pistola de seu pai para matar os pais da moça e depois fugiu com ela. O casal foi detido um dia depois no Estado de Indiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.