Jovem diz que nunca fez sexo com Berlusconi

Rudy é pivô da nova crise envolvendo o premiê italiano

AE, Agência Estado

19 de janeiro de 2011 | 17h56

MILÃO - A garota marroquina que está no centro de uma investigação sobre uma rede de prostituição que envolveria o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse nesta quarta-feira, 19, que nunca se prostituiu e que não fez sexo com o premiê italiano.

Kharima El-Marough, conhecida como "Ruby", também afirmou em entrevista a uma emissora de televisão da qual Berlusconi é o maior acionista, que ela disse ter 24 anos quando teve um encontro com o premiê, enquanto na realidade tinha 17. Hoje, "Ruby" tem 18 anos.

Berlusconi está sob investigação por supostamente ter pago para fazer sexo com "Ruby" quando ela era uma menor, e então usar o seu cargo para cobrir o escândalo. Ele nega ter feito algo errado. "Ruby" disse ao Canale 5 que Berlusconi lhe deu 7 mil euros (US$ 9,4 mil) no primeiro encontro que os dois tiveram. Ela insistiu que não teve qualquer contato sexual com o premiê de 74 anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaBerlusconisexojovem marroquina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.