Jovem engana polícia ao se passar por agente nos EUA

Um adolescente de 14 anos que quer ser policial vestiu um uniforme, entrou numa delegacia da polícia de Chicago, nos Estados Unidos, e conseguiu que lhe dessem a tarefa de vigiar, durante cinco horas, uma patrulha da corporação, antes de ser descoberto, disse ontem a polícia. O menino não portou arma, emitiu multas ou participou da patrulha, afirmou o superintendente Daniel Dugan. O superintendente assistente, James Jackson, disse o engano foi descoberto quando terminou a vigilância feita pelo menino, que estava acompanhado de um agente da delegacia. Agentes notaram que faltava uma estrela que é parte do uniforme oficial. A polícia informou que está investigando como foi que o episódio passou despercebido durante tanto tempo. O fato foi qualificado como uma falha grave de segurança. A corporação assinalou que podem ser tomadas medidas disciplinares de acordo com o resultado da investigação. A polícia não divulgou a identidade do adolescente porque ele é menor, mas disse que ele foi acusado por ter se passado por um policial. Dugan disse que o menino parece ter mais de 14 anos e que foi motivado pelo desejo de se tornar policiai e que a atitude não foi feita com má intenção. O garoto participou de um programa para jovens de Chicago interessados na atividade policial, por isso estava familiarizado com alguns procedimentos, o que, talvez, tenha permitido a ele passar despercebido, disse Monique Bond, porta-voz da polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.