Jovem palestino é atacado por três judeus em Jerusalém

Três jovens israelenses atacaram um jovem palestino em Jerusalém nesta segunda-feira, informou a polícia. Trata-se do mais recente incidente sectário na cidade, onde este tipo de tensão tem aumentado ultimamente.

Estadão Conteúdo

24 Novembro 2014 | 10h59

A porta-voz policial Luba Samri disse que o jovem, cuja identidade não foi revelada, está num hospital de Jerusalém e passa bem. A polícia investiga o ataque.

As tensões em Jerusalém estão em alta, principalmente em razão das acusações palestinas de que o governo do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu quer alterar o status do Nobre Santuário (chamado pelos judeus de Monte do Templo), ao permitir que os judeus façam suas orações no local.

Netanyahu negou repetidas vezes as acuações, mas alguns membros da coalizão de direita do premiê são favoráveis a permitir a entrada de judeus no local, onde está localizado a mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha. Judeus são aconselhados a não ir até lá.

Também conhecido como Esplanada as Mesquitas, o local é o terceiro mais sagrado para o Islã e o mais sagrado para o judaísmo.

Nos últimos meses, 11 pessoas foram mortas em ataques realizados por palestinos, a maioria em Jerusalém, embora tenha havido ações em Tel-Aviv e na Cisjordânia.

No domingo, uma casa palestina na Cisjordânia foi incendiada por homens não identificados, o mais recente ataque de uma série na região. As paredes da casa foram pichadas com palavras racistas, escritas em hebraico. Ninguém ficou ferido no ataque. Autoridades de Israel disseram que investigam o caso. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.