Jovens atacam prédio da Aliança Francesa em Atenas

Jovens mascarados atacaram hoje com bombas caseiras um edifício da Aliança Francesa em Atenas. Ao mesmo tempo, membros de sindicatos e professores universitários se reuniam para novos protestos contra o governo nas proximidades do Parlamento. Algumas janelas da Aliança Francesa, um centro cultural e educacional, foram quebradas, porém o interior do prédio não foi danificado. "Centelha em Atenas. Fogo em Paris. A insurreição está chegando", afirmava um slogan pichado nas paredes da Aliança Francesa. Uma agência do banco ATM nas proximidades também foi danificada, mas não houve feridos. Participaram da ação perto de 20 pessoas, segundo a polícia. O embaixador francês Christophe Farnaud visitou o local e disse que as instituições culturais francesas na Grécia serão fechadas temporariamente "por precaução". A Grécia enfrenta violência quase diária nas duas últimas semanas, após o jovem Alexandros Grigoropoulos, de 15 anos, ser morto por um policial, no dia 6. Dois policiais estão presos, um acusado por homicídio e outro como cúmplice.Porém, as manifestações ganharam novos contornos, posicionando-se contra o governo conservador, em um momento de crise econômica. Dois sindicatos devem se manifestar hoje contra o orçamento do governo para 2009, e professores também fariam exigências para a categoria perto do Parlamento. Os estudantes planejam uma manifestação no centro da capital contra a "opressão do Estado". A polícia de Atenas informou que já foram presas mais de 300 pessoas por causa dos protestos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.