Jovens dominam festa da vitória em Paris

Centenas de milhares de franceses, a maioria jovens, tomaram as ruas de Paris a partir do fim da tarde de ontem, antecipando a festa pela vitória do socialista François Hollande e o retorno da esquerda ao Palácio do Eliseu após 17 anos. Munidos de bandeiras do partido, da França e também de outros países - empunhadas por descendentes de imigrantes -, eles formaram uma massa humana na frente da sede do Partido Socialista (PS), no centro da capital. Às 20 horas, com a divulgação da boca de urna, a multidão explodiu em festa e entoou em coro a Marselhesa, o hino francês.

PARIS, O Estado de S.Paulo

07 Maio 2012 | 03h01

Desde a derrota do presidente Nicolas Sarkozy no primeiro turno, crescia na França a expectativa pelo resultado do 6 de maio. No intervalo das duas rodadas de votação, todas as pesquisas de opinião apontavam a perspectiva de reedição do histórico 1981, quando o PS chegou ao poder pela primeira vez.

Os jovens tomaram avenidas como a Saint-Germain e o transporte coletivo, espalhando o clima de festa na capital. Às 19h40, parte do metrô de Paris sofreu uma pane elétrica, deixando milhares presos nos vagões.

Em um dos trens da linha 12, a que leva ao QG do Partido Socialista, o condutor ironizou a proximidade da despedida de Sarkozy: "Desculpe! Últimos instantes de austeridade!" Ao aproximar-se do destino, advertiu: "Este trem não vai parar em Solférino. Quem vai à festa de Hollande, queira descer atrás de mim."

Perto da sede do PS, o slogan clássico "Nós vamos vencer" virou "Nós vencemos". A universitária Joelle Dubois, de 23 anos, afirmava: "É um sonho que se realiza". Mais contida, a também estudante Norah Farah, de 20 anos, descendente de árabes nascida na França, esperava apenas um governo "mais justo". "Precisamos de crescimento e de um presidente que se preocupe com nosso futuro e não perca tempo tentando dividir o país entre franceses e imigrantes" / A.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.