Jovens iranianos protestam em frente à embaixada britânica

Cerca de 700 estudantes universitários partidários do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, fizeram uma manifestação nesta quinta-feira, 22, em frente à embaixada britânica em Teerã, paraexpressar seu apoio ao plano nuclear iraniano.Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra os EUA, ReinoUnido e Israel, e queimaram a bandeira deste último país antes de irpara as embaixadas da Itália, Vaticano e França na capital do país, segundo a agência de notícias Fars."Não há Deus maior que Alá. Alá é o maior", "Morte a Israel" e"Morte aos EUA", gritavam os estudantes, que, além disso, gritavampalavras de ordem a favor da unidade entre muçulmanos sunitas exiitas.Alguns deles estavam com o "Kafan", uma tela branca com a qual osmuçulmanos envolvem o cadáver dos mortos antes do enterro.O protesto coincide com o aniversário do atentado de 22 defevereiro passado contra um mausoléu xiita na cidade iraquiana deSamarra, ao norte de Bagdá, ação que gerou uma onda de violênciainter-religiosa que custou a vida de milhares de iraquianos.Os estudantes, na maioria membros do Basij, um grupo de jovensleal ao regime xiita conservador de Teerã, terminaram seu protestocom "a reza da unidade" no campus da Universidade de Teerã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.