Jovens são detidos em Hong Kong por fabricar bombas

Três adolescentes foram detidos em Hong Kong por posse de explosivos, e testes estavam sendo feitos para determinar se o material é do mesmo tipo usado nos ataques ao metrô de Londres em 2005, informou a polícia local neste domingo. As detenções ocorreram após um dos jovens manipular uma bomba caseira no sábado e quase ter sua mão decepada.

Agencia Estado

29 de março de 2009 | 05h43

Lawrence Li, porta-voz da polícia, disse que peritos estavam tentando confirmar se o explosivo usado pelos garotos, de idades de 13 e 14 anos, era triperóxido de triacetona, conhecido pela sigla TATP. O explosivo foi usado pelos quatro homens-bomba suicidas que mataram 52 pessoas em Londres em 2005.

A polícia encontrou um adolescente de 13 anos ferido no sábado, no restaurante de sua família. Ele acionou um detonador ligado a duas garrafas plásticas contendo pólvora explosiva, segundo o jornal "Sunday Morning Post". O rapaz teve dois dedos quebrados e ferimentos no rosto e nos olhos durante a explosão. Outras seis garrafas com explosivos e um computador foram apreendidos na casa de um segundo adolescente, de 14 anos. Também foi detido o terceiro menor, de 13 anos. De acordo com o jornal, a polícia acredita que o garoto mais velho aprendeu a produzir as bombas por meio da Internet, e então deu explosivos para seus colegas há dois meses.

Tudo o que sabemos sobre:
HONG KONGPRISÃOADOLESCENTESBOMBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.