Judeu israelense é eleito para conselho revolucionário do Fatah

Uri Davis é o primeiro judeu a fazer parte da liderança do partido palestino.

BBC Brasil, BBC

16 de agosto de 2009 | 07h42

O partido Fatah, do presidente palestino Mahmoud Abbas, elegeu pela primeira vez um judeu israelense para integrar seu conselho revolucionário.

O escolhido, Uri Davis, de 66 anos, é um professor universitário anti-sionista casado com uma palestina.

Ele será o primeiro judeu a fazer parte do conselho revolucionário, formado por 120 pessoas. O conselho é o órgão consultivo para a tomada de decisões do partido.

O nome de Davis foi anunciado na noite do sábado ao lado de outros 80 novos membros eleitos durante o congresso do Fatah encerrado na última sexta-feira.

Uri Davis, que tem sido um crítico persistente das políticas israelenses para os palestinos, às quais compara ao apartheid sul-africano, diz querer representar os não-árabes que apoiam a causa palestina.

O professor universitário é filiado ao Fatah há mais de duas décadas.

Entre os 81 novos membros do conselho revolucionário eleitos durante o congresso do Fatah estão 4 representantes da minoria cristã e 11 mulheres.

Uma das mulheres eleitas para o conselho é Fadwa Barghouti, mulher de Marwan Barghouti, membro da liderança do Fatah mantido preso por Israel há cinco anos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.