Judeus alemães defendem Israel

Cerca de 2.500 pessoas levantaram bandeiras de Israel na cidade alemã de Frankfurt, em uma manifestação que rejeitou as críticas contra Israel "feitas por pessoas que estão sentadas em cafés e restaurantes e que não estão sendo explodidas", como disse o chefe do Comitê Central dos Judeus na Alemanha, Paul Spiegel. Ele defendeu a ofensiva militar israelense nos territórios palestinos ocupados, afirmando que "cada Estado tem o direito de se defender".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.