Jean Marc Herve Abelard/EFE
Jean Marc Herve Abelard/EFE

Juiz acusado de organizar golpe de Estado no Haiti é liberado

Yvickel Dabrésil é magistrado da Corte de Cassação, a mais alta instância judicial do país

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2021 | 23h15

PORTO PRÍNCIPE- As autoridades haitianas libertaram nesta quinta-feira, 11, o juiz Yvickel Dabrésil, preso no último fim de semana acusado de ter se envolvido em uma suposta tentativa de golpe.

Magistrado da Corte de Cassação, a mais alta instância judicial do país, Dabrésil foi liberado quase 24 horas depois que a Corte Civil de Croix-des-Bouquets, na periferia haitiana, emitiu a ordem. Ele deixou a prisão sem falar com a imprensa, entrando diretamente em um carro que o esperava.

A ordem de liberação, anunciada na terça-feira, 9, deveria ter sido executada imediatamente, mas a polícia não queria deixá-lo sair, relatou à Agência Efe um dos advogados do acusado, Reynold Georges.

Os demais detidos no último fim de semana sob a acusação de planejar um golpe e um atentado contra a vida do presidente Jovenel Moise permanecem na cadeia.

Entre as cerca de 20 pessoas presas sob a mesma acusação estão vários membros da família do juiz, a inspetora-geral da Polícia Nacional, Marie Louise Gauthier, e outros policiais.

No último domingo, Moise anunciou uma série de prisões e relatou os supostos planos que, de acordo com as autoridades, opositores faziam para atentar contra a sua vida. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Haiti [América Central]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.